A empresa Meta conhecida antigamente como Facebook, adia a data de lançamento da criptografia de ponta a ponta para 2023.

A empresa Meta, divulgou que não pretende implantar a criptografia E2E em seus serviços (Messenger e Instagram) até o ano de 2023. Este tipo de criptografia consiste em impedir que terceiros acessem dados enquanto são transferidos de um sistema ou dispositivo final para outro.

Segundo o chefe de segurança da Meta, Antígone Davis, comentou em um post publicado no The Telegraph “Estamos tomando nosso tempo para fazer isso direito e não planejamos terminar o lançamento global da criptografia de ponta a ponta por padrão em todos os nossos serviços de mensagens até algum momento de 2023.” Porém anteriormente a Empresa havia divulgado que haveria planos para que os programas fossem totalmente criptografados em algum momento de 2022.

Este tema foi alvo de preocupação entre governos e outras instituições, na qual temiam que o sistema pudesse atrapalhar investigações e inviabilizar a denúncia de abusos nas redes sociais – usando o exemplo do Reino Unido, que houve critica a medida ao declarar que isso “prejudicaria severamente os esforços das autoridades contra o abuso infantil na internet”

O Meta já utiliza criptografia de ponta a ponta no WhatsApp desde 2016, e o Messenger chegou a passar por esta criptografia, mas somente quando o usuário ativa a opção de “conversa secreta”. Porém esse privilégio não é estendido por padrão, para todos os usuários do Facebook e Instagram.

Quer saber mais sobre criptografia e como ela pode ajudar na proteção de sua empresa? Entre em contato conosco.